Com o passar dos anos ... PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sáb, 25 de Outubro de 2014 08:01

 
DF e 13 Estados definem governador amanhã; em seis, há empate técnico PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sáb, 25 de Outubro de 2014 07:52

Além da escolha do novo presidente da República, os eleitores de 13 Estados brasileiros e do Distrito Federal vão escolher neste domingo os seus novos governadores. Outros 13 Estados fizeram essa escolha no primeiro turno. 

Além do Distrito Federal, Acre, Amazonas, Amapá, Goiás, Pará, Paraíba, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Ceará e Mato Grosso do Sul vão às urnas para a escolha dos governadores.

Em seis deles, há empate técnico de acordo com as últimas pesquisas divulgadas pelos institutos Ibope e Datafolha.

As votações devem ser mais apertadas no Acre, em que Tião Viana (PT) aparece com 53% dos votos válidos e Márcio Bittar (PSDB) com 47%, em Rondônia, onde Confúcio Moura (PMDB) tem 51% contra 49% de Expedito Junior (PSDB), na Paraíba, em que Ricardo Coutinho (PSB) tem 53% contra 47% de Cassio Cunha Lima (PSDB) e no Amazonas, em que José Melo (Pros) tem 53% contra 47% de Eduardo Braga (PMDB). Nos quatro casos, as pesquisas mais recentes são as do Ibope, de 17 de outubro. A margem de erro é de 3 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Ainda em situação de empate técnico estão Helder Barbalho (PMDB) com 52% contra 48% de Simão Jatene (PSDB)na disputa pelo governo do Pará (Ibope de 18 de outubro), assim como  Reinaldo Azambuja (PSDB) com 51%, contra 49% de Delcídio do Amaral (PT) no Mato Grosso do Sul (Ibope de 20 de outubro).

Em situação menos apertada estão  Suely Campos (PP) com 56% contra 44% de Chico Rodrigues (PSB), em Roraima (Ibope de 17/10), Camilo Santana (PT) tem 57% contra 43% de Eunício Oliveira no Ceará (Datafolha de 23 de outubro), e  Robinson Faria (PSD) com 54% contra 46% de Henrique Eduardo Alves (PMDB) no Rio Grande do Norte (Ibope de 15 de outubro).

No Centro-Oeste, Rodrigo Rollemberg (PSB) tem 57% contra 43% de Jofran Frejat (PR) no Distrito Federal (Datafolha de 23 de outubro). Em Goiás, a vantagem é de Marconi Perillo (PSDB), com 60%, contra 40% de Iris Rezende (PMDB), de acordo com pesquisa Ibope de 21 de outubro.

No Rio de Janeiro, o governador Luiz Fernando Pezão (PMDB) tem 55% contra 45% de Marcelo Crivella (PRB), segundo pesquisa Ibope de 23 de outubro. No Rio Grande do Sul, a vantagem é de José Ivo Sartori (PMDB), com 59%.  Tarso Genro (PT) tem 41% (Ibope, de 24 de outubro).

 
Veja frases do último debate presidencial na Globo PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sáb, 25 de Outubro de 2014 07:33

Os candidatos à Presidência da República, Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB), fizeram na noite de sexta-feira, no Rio de Janeiro, o último debate presidencial, promovido pela TV Globo. Veja as melhores frases do debate:

"Essa campanha vai passar para a história como a mais sórdida das campanhas eleitorais do nosso sistema democrático, a calúnia, a infâmia, as acusações irresponsáveis foram feitas não em relação a mim, mas a Eduardo Campos, a Marina, e agora em relação a mim", disse Aécio.

"Candidato, é fato que o senhor tem feito uma campanha extremamente agressiva a mim e isso é reconhecido por todos os eleitores. Essa revista que fez e faz sistemática oposição a mim faz uma calúnia, uma difamação do porte que ela fez hoje, e o senhor endossa a pergunta. Candidato, a revista Veja não apresenta nenhuma prova do que faz. Eu manifesto aqui a minha inteira indignação", respondeu Dilma.

"Não acredito que a acusação da revista ou a tentativa que seu partido fez de tirá-la de circulação seja a melhor resposta. A delação premiada só traz ao réu o benefício se ele apresentar provas, caminhos que levem a comprovação das acusações. E nós temos que aguardar que isso ocorra. Uma outra revista, para ver que não há um complô contra a senhora, lança hoje na sua capa, a revista Isto É fala da campanha da mentira, campanha da infâmia. ", disse Aécio.

"Eu, na minha vida política, na minha vida pública, jamais persegui jornalista. Jamais reprimi a imprensa, tenho respeito pela liberdade de imprensa porque eu vivi os tempos escuros desse País. Agora, candidato, eu acredito que o senhor cita duas revistas que nós sabemos para quem fazem campanha. E acredito que a partir de segunda-feira vai desaparecer essa acusação", respondeu Dilma.

"Quem deixou o País com uma inflação maior do que recebeu foi o governo tucano, do Fernando Henrique. (...) Nós aumentamos o salário mínimo 71% em termos reais. Candidato, em saúde, quem não gastou o mínimo constitucional foi o senhor quando era governador, ficou devendo oito bilhões. Além disso, candidato, eu quero deixar claro que eu tenho certeza que neste próximo mandato farei um governo muito melhor se for eleita, principalmente controlando a inflação", disse Dilma.

Vamos aguardar o eleitor decidir se a senhora terá um próximo governo, candidata. Nós estamos falando para milhões e milhões de brasileiros. A senhora acaba de dizer que o governo do presidente Fernando Henrique Cardoso deixou a inflação maior do que recebeu. Em 94 a inflação era de 916% ao ano. O Plano Real, que seu partido votou contra, permitiu que ela chegasse a 7,5%", respondeu Aécio.

"Este financiamento (do Porto de Cuba) vem com carimbo de secreto, ele não é acessível à população brasileira. O que o seu governo tem a esconder em relação ao financiamento do porto de Mariel em Cuba?", pergunta Aécio.

"O meu governo, nada. Agora, acredito que o seu tem muito o que esconder quando se trata dos gastos com publicidade, não claramente veiculados no que se refere aos jornais e a televisão da sua família em Minas", respondeu Dilma

"Um documento do Ministério do Desenvolvimento Econômico que diz que o financiamento para Cuba, diferente do financiamento para outros países onde o prazo normal para pagamento é de 12 anos, foi de 25 anos", disse Aécio.

Candidato, não tem Ministério do Desenvolvimento Econômico, tem Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio. E (Ministério de) Relações Internacionais.Eu queria te dizer o seguinte, sempre que se financia uma empresa, as cláusulas do financiamento diz respeito a essa empresa. As garantias são elas quem dão, não é Cuba", respondeuDilma.

"Eu propus cinco grandes medidas de combate a impunidade. Transformar em crime eleitoral o caixa dois. Segundo, o funcionário público que enriquecer sem mostrar a origem, ele perde o bem, além de perder o bem, ele é criminalizado...", disse Dilma.

"Eu vou dizer olhando nos seus olhos. Existe uma medida que está acima de todas as outras e não depende do Congresso para acabarmos com a corrupção no Brasil: é tirar o PT do governo", respondeu Aécio.

"Nós tivemos a maior crise hídrica dos últimos 80 anos. Falta de chuva, candidata. O governo de São Paulo, diferente do Governo Federal, fez o que estava a suas mãos, e o eleitorado de São Paulo decidiu quem estava com a razão, quem realmente falava com sinceridade", disseAécio.

"O senhor vai me desculpar, mas eu vou concordar com o humorista José Simão. Vocês estão levando o Estado para implantar o programa 'Meu Banho Minha Vida'", respondeu Dilma.

 
Solidão: Prefeita Cida Oliveira é multada pelo TCE por ultrapassar despesa com Pessoal PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 15:15

A prefeita do município de Solidão, Maria Aparecida Oliveira, foi multada pelo Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE) por ultrapassar o limite de gasto de despesa com Pessoal do município.

De acordo com o TCE, no 3º quadrimestre do exercício financeiro de 2012, período em que já deveria ter se reenquadrado ao limite máximo legal de 54%, a Despesa com Pessoal do Município de Solidão alcançou o valor de 66,88% e que o desenquadramento das Despesas com Pessoal do Município vem ocorrendo, de forma sistemática, desde 2009.

A Segunda Câmara do TCE aplicou multa à prefeita no valor de R$ 11.669,11 e determinou que a responsável adote medidas imediatas para a readequação ao limite de despesas com pessoal.

 
PSDB e PT usam último dia no rádio para pedir votos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 14:55

No último dia de horário eleitoral da campanha os candidatos ao Palácio do Planalto usaram intensivamente depoimentos de apoio de políticos e artistas e pediram o voto do eleitor, sem foco em propostas ou temas específicos. O programa de Aécio Neves (PSDB) começou com um agradecimento aos eleitores que acompanharam a propaganda eleitoral. "Senti na pele o entusiasmo das pessoas e, mais do que isso, um desejo enorme de libertação dos brasileiros", disse, acrescentando que caráter é o que brasileiro tem de mais profundo e que isso não pode ser abandonado em campanha.

O programa do PT também utilizou por bastante tempo depoimentos e jingles de artistas apoiadores. A cantora Negra Li e o rapper Emicida deixaram seus recados. Outra mensagem apresentada na propaganda petista foi a do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, que voltou a pedir votos para Dilma no programa, convocando a "mobilização" dos eleitores. "Vocês que ajudaram a transformar o Brasil nos últimos doze anos sabem que os direitos e as conquistas dos trabalhadores estão agora sob ameaça. Vamos comparar o governo dos tucanos com o governo do PT", afirmou.

 
Inocêncio Oliveira comanda carreata em favor de Aécio Neves PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 14:50

O deputado federal Inocêncio Oliveira (PR) comanda uma carreata, neste sábado (25), no município de Serra Talhada, em prol da candidatura presidencial do senador mineiro AécioNeves (PSDB). Além da atividade, ainda estão previstos discursos e uma caminhada na cidade.

Além de Inocêncio, estarão presentes o deputado federal eleito Sebastião Oliveira e o ex-prefeito Carlos Evandro, ambos do PR. Apesar de não ter sido reeleito e ter apoiado a candidatura do primo Sebastião Oliveira, Inocêncio já articula os primeiros nomes para disputar à Prefeitura de Serra Talhada em 2016.

Recentemente, Inocêncio foi destituído do comando do PR em Pernambuco por apoiar Aécio Neves. A legenda, nacionalmente, apoia à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT). No seu lugar, assumiu a presidência da legenda o deputado federal Anderson Ferreira.

 
Costa diz que pagou R$ 20 milhões para caixa 2 de Campos PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 14:44

O ex-diretor da Petrobras e principal delator do esquema de corrupção dentro da estatal, Paulo Roberto Costa, afirmou em depoimento da delação premiada que intermediou, em 2010, o pagamento de R$ 20 milhões para o caixa 2 de campanha de Eduardo Campos, então candidato à reeleição ao governo de Pernambuco. Segundo revelado pelo jornal O Estado de S. Paulo nesta sexta-feira, Costa disse que o operador da transação foi o ex-ministro Fernando Bezerra, da Integração Nacional do governo Dilma Rousseff (PT), eleito senador pelo PSB de Pernambuco e ex-braço direito de Campos.

Costa disse que Bezerra pediu a ele dinheiro para ser usado na campanha de Campos, que morreu no dia 13 de agosto, em um acidente aéreo em Santos, no litoral de São Paulo. O ex-diretor da Petrobras também apontou envolvimento de pelo menos 32 deputados e senadores e o PT, o PSDB, o PMDB e o PP com os esquemas de propina nas obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco.

Ao jornal, o ex-ministro da Integração Nacional e senador eleito pelo PSB de Pernambuco Fernando Bezerra chamou de “levianas e mentirosas” as acusações de Paulo Roberto Costa. Bezerra disse ainda que as declarações buscam “manchar a memória” do ex-governador Eduardo Campos.

Por meio de assessoria, ele disse que nunca atuou na área financeira da campanha de Campos ao governo de Pernambuco, em 2010. “Na campanha à reeleição de Eduardo Campos, em 2010, Fernando Bezerra Coelho não teve papel de coordenador nem de tesoureiro. Portanto, nunca tratou de doações à campanha com quem quer que seja”, diz a nota.

Sobre a aproximação com Costa, o ex-ministro disse que chegou a ter contatos “institucionais” na época em que ocupava os cargos de secretário de Pernambuco e de presidente do Porto de Suape.

O irmão de Campos, Antonio Campos, não quis comentar o caso. Indicou o advogado do ex-governador, que não foi localizado. Já o presidente estadual do PSB, Sileno Guedes, disse que não era presidente na época e não comentou o assunto.

 
TSE quer entender erros nas pesquisas eleitorais, diz jornal PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 09:37

Com o fim das eleições se aproximando, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Fernando Dias Toffoli, afirmou que quer conversar com os institutos de pesquisa sobre a metodologia e as regras para divulgação dos levantamentos de intenção de voto.

A iniciativa vem após o primeiro turno ter apresentado nas urnas resultados bem diferentes dos previstos nas pesquisas.

“Vamos chamar os institutos para entender o que aconteceu. A primeira coisa que queremos é conhecer melhor, pois não foram erros pontuais, e nem contra o partido A ou o partido B, mas erros sobre diversos resultados”, afirmou o ministro em reportagem publicada ontem (23) no jornal Folha de S.Paulo.

Uma questão já levantada pelo ministro é a diferença na margem de erro de cada pesquisa. “Talvez isso devesse ser padronizado para evitar que se compare alhos com bugalhos”, disse. Outro ponto que pode ser debatido é o prazo para divulgação da pesquisa.

O primeiro turno das eleições teve várias disputas com resultados diferentes do que os divulgados pelas pesquisas eleitorais.

 
Quanto tempo de sua vida um vício pode consumir? PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 08:59

A instituição Treatment 4 Addiction, que combate o vício às drogas, divulgou por meio de infográficos uma série que mostra o quanto algumas das drogas mais consumidas no mundo consomem tempo de vida de viciados. Os números são baseados em consumo médio e idade média de início, números obtidos através de pesquisas em centros de reabilitação dos EUA

CIGARRO

A primeira droga avaliada foi o cigarro. De acordo com os dados, fumantes que consomem um maço por dia perdem cerca de 4 horas de sua vida por dia. No final das contas, a perda corresponde a 13% do tempo de vida médio de uma pessoa.

ÁLCOOL

Para pessoas que consomem álcool todos os dias, a dose estipulada foi de dois drinks diários, o que custaria 29% do tempo total de vida, o que equivale a menos 14 horas de vida por dia.

COCAINA

Mais pesada, a cocaína também está na pesquisa divulgada. Segundo o estudo, se uma pessoa consumir 1g da droga por dia perderá 33 horas de vida diariamente, o que equivale a 44% de sua vida.

METANFETAMINA

Ainda mais letal que a cocaína é a metanfetamina. Segundo a pesquisa divulgada, uma pessoa que use cinco pedras por dia, que é o valor médio entre viciados, perderá nada menos do que 58 horas de vida diariamente, o que equivale a 53% do total de tempo vivido.

METADONA

Outra droga bem perigosa é a metadona. O uso de quatro pílulas diariamente leva o usuário à perda diária de 50 horas de sua vida, um total de 49%.

HEROÍNA

Mas entre as drogas retratadas, a mais forte é a heroína. Se o viciado usar três doses diárias, perderá 52% de seu tempo de vida. Para se der ideia, se uma pessoa começar a usar a droga aos 23 anos, deverá morrer aos 37. A heroína, com três injeções por dia, consome diariamente 68 horas de vida.

 
CNBB lamenta "ataques pessoais" na campanha PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 06:02

O presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) cardeal Raymundo Damasceno Assis, afirmou nesta quinta-feira que é "lamentável" que a campanha eleitoral "descambe para taques pessoais".

"É lamentável. Sempre disse aos candidatos que o importante não era o resultado da eleição, mas a contribuição que eles dariam na campanha para aperfeiçoar a nossa democracia", afirmou, numa coletiva de imprensa na qual apresentou as discussões abordadas no Sínodo dos Bispos, que aconteceu em outubro no Vaticano. "Muitas vezes a campanha toma outro rumo e lamentamos". Para ele muitas vezes se vê nos debates "ataques pessoais", e não a apresentação de propostas.

 
Ibope: Dilma abre 42 pontos no NE e Aécio lidera no Sudeste PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Sex, 24 de Outubro de 2014 05:22

A candidata do PT à reeleição, Dilma Rousseff, passou de 56% para 68% dos votos totais no Nordeste, abrindo 42 pontos de vantagem sobre o concorrente do PSDB, Aécio Neves. É a região do País onde a diferença entre os dois adversários é a maior. O tucano caiu em todas as regiões, menos no Sudeste - a única em que lidera com vantagem acima da margem de erro: 47% a 39%.

 

A petista subiu 14 pontos no Sul, 6 no Norte/Centro-Oeste e oscilou 1 ponto para cima no Sudeste.

 

Os dois presidenciáveis estão tecnicamente empatados no Norte/Centro-Oeste (Dilma 47%, Aécio 45%) e no Sul (46% a 45%, respectivamente).

 

A avaliação da gestão Dilma também melhorou: a parcela da população que considera o governo ótimo ou bom passou de 43% para 45%. Já os que veem a gestão como ruim ou péssima passaram de 25% para 23%. O desempenho pessoal da presidente é aprovado por 56% dos eleitores.

 

A pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo entrevistou 3.010 eleitores entre 20 e 22 de setembro em 203 municípios de todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-01168/2014.

 
Dilma tem 53%, e Aécio, 47% dos votos válidos, diz pesquisa Datafolha PDF Imprimir E-mail
Escrito por Afogados Online   
Qui, 23 de Outubro de 2014 17:57

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (23) aponta os seguintes percentuais de votos válidos no segundo turno da corrida para a Presidência da República:

- Dilma Rousseff (PT): 53%
- Aécio Neves (PSDB): 47%

Para calcular esses votos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo".

De acordo com o Datafolha, a presidente Dilma Rousseff (PT) tem uma vantagem inédita sobre Aécio Neves (PSDB) no segundo turno da eleição presidencial.

No levantamento anterior do instituto, divulgado no dia 22, Dilma tinha 52%, e Aécio, 48% dos votos válidos.

Votos totais
Se forem incluídos os votos brancos e nulos e dos eleitores que se declaram indecisos, os votos totais da pesquisa estimulada são:

- Dilma Rousseff (PT): 48%
- Aécio Neves (PSDB): 42%
- Em branco/nulo/nenhum: 5%
- Não sabe: 5%

O Datafolha ouviu 9.910 eleitores em 399 municípios nos dia 22 e 23 de outubro. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista. A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-01162/2014.

 


Pgina 1 de 690
joomla templateinternet security reviews

Rádio Web Acauã

Publicidade

 

 

 

 

 

Blue joomla template by internet security reviews