Ministro Lewandowski autoriza Lula a conceder entrevista para Folha de S.Paulo

Resultado de imagem para ex presidente lula

O ministro do STF Ricardo Lewandowski autorizou o ex-presidente Lula a conceder entrevista para a Folha de São Paulo. O petista está preso desde 7 de abril, na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba após ter sido condenado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) a 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso triplex, investigação no âmbito da Lava Jato.

A Folha da Manhã (Grupo Folha) e a colunista Mônica Bergamo haviam requerido uma realização de entrevista jornalística com Lula, na carceragem da Polícia Federal, em Curitiba. O ex-presidente teria concordado 'expressamente' com o encontro.

No entanto, o pedido foi negado pela 12ª Vara Criminal Federal de Curitiba alegando que 'não há previsão constitucional ou legal que embase direito do preso à concessão de entrevistas ou similares'. Além de suposta ilegitimidade dos reclamantes para o auto. O jornal argumentou ao STF que o entendimento da Vara afronta decisão da corte na ADPF 130, que discutiu a Lei de Imprensa.

A decisão assinada, nesta manhã, por Lewandowski ajuiza a reclamação em favor da empresa Folha de São Paulo, comunicando ao Tribunal Regional Federal da 4ª Região que a jornalista, acompanhada dos equipamentos necessários à captação de aúdio, vídeo e fotojornalismo, tenha acesso ao e-presidente Lula, caso seja de seu interesse.

Humberto passa Jarbas na pesquisa JC/Ibope/TV Globo

Foto: JC Imagem e Agência Senado

O senador Humberto Costa (PT), candidato à reeleição, oscilou de 31% para 32% e ficou numericamente à frente do deputado federal Jarbas Vasconcelos (MDB) na pesquisa realizada pelo Ibope, em parceria com o Jornal do Commercio e a TV Globo, divulgada nesta quinta-feira (27). Jarbas tinha 34% e agora tem 31%, uma queda dentro da margem de erro, que é de três pontos percentuais.

A pesquisa anterior foi divulgada no último dia 17.

Mendonça Filho (DEM), em terceiro lugar, segue com 22%. Silvio Costa (Avante) é o quarto colocado e subiu de 10% para 12%. Bruno Araújo (PSDB) oscilou de 8% para 9%.

Pastor Jairinho (Rede) oscilou de 4% para 5%. Adriana Rocha (Rede) foi de 2% para 3%.

Eugênia Lima (PSOL), Hélio Cabral (PSTU) e Albanise Pires (PSOL) oscilaram de 1% para 2%. Lídia Brunes (Pros) permaneceu com 1% e Alex Lima Rola (PCO) oscilou de 0% para 1%.

Brancos e nulos para a primeira vaga caíram de 22% para 20%. Para a segunda vaga, de 34% para 29%. O percentual dos que não sabem ou não responderam subiu de 28% para 30%.

Pesquisa JC/Ibope/TV Globo

Foram entrevistados 1.512 votantes, de 66 municípios, entre os dias 24 e 26 de setembro. A margem de erro é de três pontos percentuais e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada com os números TRE 07101/2018 e TSE 06913/2018.

Pesquisa Ibope em Pernambuco: Paulo, 35%; Armando, 27%

Resultado de imagem para candidatos de pernambuco 2018

Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira (27) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco:

Paulo Câmara (PSB): 35%

Armando Monteiro (PTB): 27 %

Julio Lossio (Rede): 3%

Maurício Rands (PROS): 2%

Ana Patrícia Alves (PCO): 1%

Simone Fontana (PSTU): 1%

Dani Portela (PSOL): 1%

Brancos/nulos: 23%

Não sabe/não respondeu: 7%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo "Jornal do Commercio". É o quarto levantamento do Ibope realizado depois da oficialização das candidaturas na Justiça Eleitoral.

No levantamento anterior, feito entre os dias 14 e 16 de setembro, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

Paulo Câmara (PSB): 33%

Armando Monteiro (PTB): 25%

Julio Lossio (Rede): 2%

Maurício Rands (PROS): 2%

Ana Patrícia Alves (PCO): 1%

Simone Fontana (PSTU): 1%

Dani Portela (PSOL): 1%

Brancos/nulos: 24%

Não sabe/não respondeu: 10%

Sobre a pesquisa desta quinta-feira, 27
Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
Quem foi ouvido: 1.512 eleitores
Quando a pesquisa foi feita: de 24 a 26 de setembro
Registro no TRE: PE-07101/2018
Registro no TSE: BR‐06913/2018

O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro
0% significa que o candidato não atingiu 1%.


Rejeição

O Ibope também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices no levantamento feito entre 24 e 26 de setembro:

Paulo Câmara (PSB): 32%

Armando Monteiro (PTB): 29%

Julio Lossio (Rede): 25%

Ana Patrícia Alves (PCO): 22%

Dani Portela (PSOL): 22%

Simone Fontana (PSTU): 22%

Maurício Rands (PROS): 21%

Poderia votar em todos: 4%

Não sabe/não respondeu: 15%

Simulação de segundo turno

Paulo Câmara 43% x 34% Armando Monteiro (branco/nulo: 18%; não sabe: 6%)

'Paulo Câmara deu uma rasteira na gente', diz Ciro sobre aliança PT e PSB

Resultado de imagem para ciro gomes x paulo camara

Em entrevista à Radio Jornal nesta quinta-feira (27), o candidato Ciro Gomes (PDT) criticou a aliança feita entre PT e PSB em Pernambuco, que o prejudicou no cenário nacional. O presidenciável apontou que seu partido estava negociando uma aliança com Paulo Câmara no Estado, mas que a ideia não vingou graças a decisão do governador, candidato a reeleição, de se aliar a Lula, na época ainda candidato.

"Ele [Paulo] deu uma rasteira na gente e derrubou a Marília Arraes. Eu francamente acho que isso é um insulto a independência política de Pernambuco", disparou Ciro, lembrando que a aliança prejudicou também a neta de Arraes e rifou sua possível candidatura ao governo de Pernambuco pelo PT.

O acordo foi anunciado no dia 1º de agosto, aprovado por 17 votos a 8, como anunciou o deputado José Guimarães (PT). Na época, Ciro Gomes afirmou que o entendimento entre petistas e socialistas era um "revés", mas que não o abalava.

Diante da investida do PT e da falta de negociação com outros partidos, o ex-governador do Ceará terminou entrando quase isolado na corrida eleitoral. Em Pernambuco, o partido de Ciro Gomes se aliou com o Pros, que lançou a candidatura de Maurício Rands ao governo.

No TRE, Armando pede investigação de suposto material de Paulo com Lula candidato

Foto: Ricardo Labastier/Divulgação

O senador Armando Monteiro Neto (PTB), candidato ao governo de Pernambuco, se reuniu nesta quinta-feira (27) com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE), Luiz Carlos Figueiredo, para denunciar o suposto uso da máquina pública pelo seu principal adversário, o governador Paulo Câmara (PSB). O petebista pediu a investigação da acusação de que um funcionário da Prefeitura do Recife estaria distribuindo material de campanha do socialista associado ao ex-presidente Lula (PT) ainda como candidato.

O advogado Gustavo Bebianno, presidente do PSL, partido de Jair Bolsonaro, já havia acionado o TRE-PE nessa quarta-feira (26) para pedir a investigação do material. A representação protocolada pede que a Corte determine busca e apreensão na casa do socialista, nas sedes dos diretórios do PSB e do PT e em endereços de comitês.

Um vídeo gravado por celular está circulando na internet afirmando que, em Nova Descoberta, na Zona Norte do Recife, o material foi distribuído na última segunda-feira (24).

O advogado da campanha de Paulo Câmara, Carlos Neves, afirmou nessa quarta-feira (26), porém, que a gravação é “baseada em vídeo e em informações soltas, sem data, sem dia e hora, local, ou seja, sem prova do fato e de qualquer irregularidade”.

“Vê-se, inclusive, no vídeo que instrui a acusação, retirado da internet, que um militante, conscientemente, afirma que o material está sendo distribuído, pois o registro de Lula havia sido indeferido e ele contava com prazo de 10 dias para a sua substituição, ou seja, há prova inversa: prova do fato ser contemporâneo à fase de registro e não na presente fase da eleição, como quer fazer crer a ação”, afirmou o advogado.

Governo libera R$ 1 bilhão para projeto de inovação em municípios

Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil

O governo federal disponibilizará R$ 1 bilhão para o financiamento de projetos de inovação visando ao desenvolvimento das cidades brasileiras. O anúncio de lançamento do programa Cidades Inovadoras foi feito nesta quinta-feira (27) pelo presidente Michel Temer.

“Hoje, damos mais um passo que coloca o Brasil no século 21: lançamos o Cidades Inovadoras. São R$ 1 bilhão, nos próximos dois anos, para projetos que transformarão nossas cidades. É uma conquista para a ciência brasileira”, disse o presidente na cerimônia de lançamento do programa, no Palácio do Planalto.

De acordo com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, o programa tem o objetivo de descentralizar, por meio de parceria com agentes financeiros credenciados – bancos de desenvolvimento, agências de fomento e outras instituições financeiras –, os financiamentos de atividades de inovação e, dessa forma, expandir a atuação da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep) no país.

Quatro setores receberão apoio de forma prioritária: saneamento e recursos hídricos (tratamento, compostagem, aproveitamento de água de chuva); mobilidade urbana (sistemas de transporte e circulação visando à eficiência e redução de emissões); eficiência energética; e energias renováveis (tecnologias e sistemas para energias fotovoltaica, eólica e de biomassa).

Bahia tem o maior número de títulos eleitorais cancelados: 586 mil

Resultado de imagem para titulos de eleitor biometria

Metade dos títulos de eleitor cancelados no país está concentrada em cinco estados. Só na Bahia foram 586.333. Na sequência, aparecem São Paulo (375.169), Paraná (257.941), Ceará (234.487) e Goiás (219.426).

Com menos eleitores, os estados da Região Norte foram os que menos registraram problemas desse tipo. Roraima, por exemplo, teve 12.214 cancelamentos, seguido do Acre com 13.564 títulos anulados.

De acordo com a Justiça Eleitoral, no total, 3 milhões 368 mil 447 eleitores não vão votar nas eleições de outubro porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica ou devido a outras restrições.

Número de títulos cancelados

Acre: 13.564
Bahia: 586.333
Ceará: 234.487
Espírito Santo: 48.807
Goiás: 219.426
Maranhão: 216.576
Minas Gerais: 213.172
Mato Grosso do Sul: 61.502
Mato Grosso: 18.074
Pará: 204.914
Paraíba: 123.885
Pernambuco: 150.260
Piauí: 100.260
Paraná: 257.941
Rio de Janeiro: 71.598
Rio Grande do Norte: 92.663
Rondônia: 33.611
Roraima: 12.614
Rio Grande do Sul: 167.116
Santa Catarina: 125.585
São Paulo: 375.169
Tocantins: 40.890
Brasil: 3.368.447

MPPE e Polícia Civil prendem integrantes de organização criminosa na segunda fase da Operação Tocandira

Imagem de operação policial.

Uma organização criminosa responsável por cerca de 50 homicídios em Cupira e região foi alvo da segunda fase da Operação Tocandira, deflagrada na manhã desta quinta-feira (27) pelo Ministério Público de Pernambuco (MPPE) e pela Polícia Civil. Foram cumpridos seis mandados de prisão temporária nas casas dos alvos e outros 18 contra integrantes da quadrilha que já se encontravam no sistema penitenciário.

Além disso, as equipes do Grupo de Atuação Especializada no Combate ao Crime Organizado (Gaeco/MPPE) e da 3ª Divisão de Homicídios do Agreste, da Polícia Civil, cumpriram dez mandados de busca e apreensão domiciliar, apreendendo R$ 72 mil em dinheiro, 30 caixas de cigarros importados, quatro celulares, uma motocicleta clonada, nove munições e 195 boletos com anotações de cigarros. Esse material tem relação com as demais atividades do grupo criminoso, que além dos homicídios praticava tráfico de drogas, de armas e munição, roubo e clonagem de veículos automotores, falsificação de documentos e corrupção de menores nas cidades de Cupira, Agrestina, Panelas, Altinho, Lagoa dos Gatos e Caruaru.

“Essa investigação teve início em maio de 2017 e levou à primeira fase da Operação, em dezembro, quando foram presos 16 alvos. Essa segunda fase aprofunda o trabalho de desarticular a organização criminosa, com o objetivo de diminuir o alto índice de criminalidade em Cupira, que registrou 42 homicídios em 2017 e 23 neste ano”, detalhou a promotora de Justiça de Cupira, Soraya Macedo.

Governo de Pernambuco divulga calendário de pagamento para outubro

Resultado de imagem para dinheiro na mao

O salário de setembro de 2018 dos aposentados e pensionistas vinculados ao Governo de Pernambuco será pago na próxima quinta-feira (4). Na sexta-feira (5), é a vez de todos os servidores da ativa e dos funcionários de cargos comissionados.

Folha de Pagamento

O Governo de Pernambuco tem cerca de 221 mil servidores e um gasto mensal de R$ 800 milhões.

Mortos em tentativa de roubo a avião em Salgueiro são identificados

Grupo tentou roubar dinheiro que estava na aeronave / Foto: Divulgação/PF

Os seis mortos durante uma tentativa de roubo a um avião em Salgueiro foram identificados no início da noite desta quarta-feira (26). Segundo a Polícia Federal, eles integravam a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região. A aeronave transportava dinheiro que iria abastecer um banco da cidade.

De acordo com informações repassadas, os mortos foram identificados como Francieldo do Nascimento Silva, 47 anos, Cláudio Aprígio da Silva Neto, 46, Alex Gonçalves dos Santos, 37, Galdioso Moura da Silva, 47, Renato Vieira dos Santos, 51, e Rafael Rodrigues Pereira, 36. Martins Simão dos Santos, 48, ficou ferido.

Confronto

A tentativa de roubo ocorreu na manhã desta quarta-feira (26). A Polícia Federal informou que diversos indivíduos fortemente armados tentaram roubar valores que estavam sendo transportados em um avião de empresa de segurança, que iria abastecer um banco da cidade.

No momento da aterrissagem, os suspeitos do crime invadiram a pista do aeroporto e abordaram os vigilantes dos carros-fortes que transportariam o dinheiro. Segundo a PF, eles também dispararam contra o avião, ferindo o piloto e obrigando-o a parar.

Na abordagem, houve intenso confronto entre o grupo e os policiais federais, resultando na morte de suspeitos. Além dos seis mortos, já foram presos mais quatro integrantes da quadrilha.

Foram apreendidos seis fuzis e uma metralhadora ponto 50, que estava instalada em um dos veículos utilizados pela quadrilha.

Ainda de acordo com a PF, uma quantidade desconhecida de suspeitos conseguiu fugir em um carro. Estão sendo realizadas buscas na região, com o apoio da Polícia Militar. Nenhum valor foi subtraído.

O piloto do avião foi socorrido e, conforme informações do hospital, está em condições estáveis.

Quadrilha especializada

Essa era a principal quadrilha especializada em assaltos a bancos e carros-fortes da região. Segundo a PF, o grupo já vinha sendo investigado há mais de um ano.

Por 7 votos a 2, STF mantém cancelamento 3,3 milhões de títulos sem biometria

Resultado de imagem para titulos e biometria

Por 7 votos a 2, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta (26) rejeitar pedido de liminar feito pelo PSB para evitar o cancelamento dos títulos de eleitores que não realizaram o cadastramento por biometria nas localidades que foram escolhidas pela Justiça Eleitoral.

De acordo com a Justiça Eleitoral, cerca de 3,3 milhões de eleitores não vão votar nas eleições de outubro porque não compareceram aos cartórios eleitorais nos municípios em que houve o recadastramento para identificação biométrica e devido a outras restrições.

Na ação, o PSB alegou que são inconstitucionais as resoluções do TSE que disciplinaram o cancelamento do título como penalidade ao eleitor que não realizou o cadastro biométrico obrigatório dentro do prazo, porque resultaram no indevido cerceamento do direito de votar.

O PT e o PCdoB também participaram do processo. Segundo as legendas, o maior número de eleitores que não poderão votar está na Região Nordeste. Para os partidos, a maioria dos títulos cancelados é de cidadãos humildes que não tiveram acesso à informação para cumprir a formalidade.

CNI/Ibope: Bolsonaro tem 27%; Haddad, 21%; Ciro, 12% e Alckmin, 8%

De acordo com pesquisa, segundo turno mostra empate no limite da margem de erro entre Haddad, com 42%, e Bolsonaro, 38%. Foto: Arte / DP

A pesquisa realizada pelo Ibope para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), divulgada nesta quarta-feira (26) mostra que Jair Bolsonaro (PSL) estagnou no patamar de 27% das intenções de voto. Ainda assim, ele continua na liderança pela corrida presidencial.

O candidato do PT, Fernando Haddad oscilou um ponto e chegou a 21%. Ciro Gomes (PDT) continua em terceiro lugar, com 12%, e é seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), que obteve 8%, e Marina Silva (Rede), teve 6%.

João Amoêdo, do Partido Novo, aparece com 3%, seguido por Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB), ambos com 2%. Guilherme Boulos (PSOL) tem 1% das intenções de voto. Brancos e nulos são 11% e 7% não sabem ou não responderam.

A pesquisa mostrou, ainda, que 28 em cada 100 eleitores admite a probabilidade "alta" de deixar de votar no candidato que preferem para evitar que outro que não gostam vença a eleição.

Rejeição

O levantamento apurou também a rejeição dos presidenciáveis. A maior rejeição é de Jair Bolsonaro - 44% dos ouvidos afirmam que não votariam no candidato "de jeito nenhum". Fernando Haddad e Marina Silva aparecem empatados em segundo lugar, rejeitados por 27% dos eleitores.

Por outro lado, a pesquisa revelou que 55% dos eleitores bolsonaristas afirmam que a sua decisão é "definitiva". Dos eleitores de Haddad, 49% dizem que não vão mudar de ideia.

Segundo turno

Os cenários de segundo turno apresentados pela pesquisa CNI/Ibope mostram empate no limite da margem de erro entre Haddad, com 42%, e Bolsonaro, 38%. Quando a disputa é com Marina Silva, Bolsonaro tem 40% e a candidata da Rede, 38%. O deputado que lidera as intenções de voto no primeiro turno, fica atrás quando a disputa é com Alckmin (40% a 36%) e Ciro Gomes (44% a 35%).

Extremamente perigosa, diz PF sobre quadrilha desarticulada em Salgueiro

Extremamente perigosa, diz PF sobre quadrilha desarticulada

Uma operação conjunta das Polícias Militar e Federal de Pernambuco e da Bahia terminou com seis homens mortos na manhã desta quarta-feira (26) e pelo menos dois outros feridos em Salgueiro. Segundo informações, os suspeitos se preparavam para roubar um avião de transporte de valores quando foram surpreendidos pela chegada da polícia. A polícia segue em buscas pelos outros criminosos que conseguiram fugir, mas não repassou o número de criminosos desaparecidos.

O assessor de comunicação da Polícia Federal, Giovani Santor, falou sobre a ação criminosa. "Existe parte dessa quadrilha que estava numa caminhonete prata que nós estamos empreendendo diligências para poder capturá-los. Também foram presas quatro pessoas que também fazem parte dessa quadrilha que estavam outras localidades, tanto da Bahia quanto aqui de Pernambuco", disse.

Segundo Giovani, o grupo é perigoso. "Essa quadrilha é extremamente perigosa, fortemente armada e que já fez várias ações não só em bancos aqui de Pernambuco como também em carro-forte. Com a desarticulação dessa quadrilha a gente vai ver uma diminuição muito grande dessas ações aqui no nosso Estado porque eles eram os principais mentores dessas ações violentas", destacou.

A operação policial terminou com seis mortos em Salgueiro
Metralhadora ponto 50 estava adaptada no porta-malas de uma SW4

A quadrilha estava sendo investigada há cerca de um ano e praticava os crimes de explosões de bancos e assaltos a carros fortes aqui em Pernambuco, na Bahia e também no Ceará. Em um dos assaltos, na cidade baiana de Bom Jesus da Lapa, dois policiais foram executados. Os seis mortos na ação faziam parte da quadrilha e um dos feridos é o piloto do avião. Todos foram levados para o Hospital Regional Inácio de Sá, em Salgueiro.

A troca de tiros ocorreu no aeródromo do município, que fica a 3 km da cidade de Salgueiro.

A informação da polícia é de que na região de Serrita, também no Sertão de Pernambuco, os criminosos roubaram veículos de moradores. O grupo ficava trocando de carro para fugir. Alguns veículos já foram recuperados e todos utilizados pela quadrilha são roubados.

Entre os seis suspeitos mortos está um ex-sargento da PM da Bahia, identificado como Galdioso Moura da Silva, de 47 anos. Ele havia sido demitido da corporação e preso em 2016 por participação na explosão do cofre o Banco do Brasil de Jacobina.

Rede entra com pedido na Justiça para retirar candidatura de Lossio

Resultado de imagem para julio lossio radio pajeu

Após ser expulso da Rede Sustentabilidade por se aliar com bolsonaristas na última sexta-feira (21), o partido apresentou à Justiça nesta quarta-feira (26) um pedido para cancelamento da candidatura do ex-prefeito de Petrolina Júlio Lossio. De acordo com o partido, Lossio cometeu infidelidade partidária de acordo com a Lei das Eleições (Lei 9.504/1997) e a Lei dos Partidos Políticos (Lei 9.096/95). Ele ainda recorreu a decisão.

A petição foi protocolada pela advogada do partido, Carla Rodrigues, onde afirmou que a decisão foi tomada com base no artigo 147 do estatuto da Rede, que traz no seu primeiro parágrafo: "considera-se ato de infidelidade partidária, sujeitando o infrator à aplicação sumária da pena de cancelamento do registro da candidatura na Justiça Eleitoral e à expulsão simultânea da Rede, o candidato que (...) fizer campanha eleitoral para candidato ou partido adversário".

Ministério Público de Pernambuco divulga edital de concurso

Resultado de imagem para mppeApós pouco mais de uma semana de atraso, o edital do concurso do Ministério Público de Pernambuco (MPPE) foi divulgado nesta quinta-feira (26) no Diário Oficial da União. No documento, foram anunciadas vagas para nível médio e superior, com salários que variam de R$ 3,1 mil até R$ 4,8 mil e carga horária de 30 horas semanais.

Para o ensino médio, foram disponibilizadas 13 vagas de técnico ministerial na área administrativa, além de formação de cadastro reserva.

Para quem tem ensino superior completo, foram divulgadas sete vagas (mais cadastro reserva) para cargo de Analista Ministerial na área jurídica; uma vaga (mais cadastro reserva) para a área de auditoria; uma vaga (mais cadastro reserva) para a área de biblioteconomia e uma vaga (mais cadastro reserva) para a área de documentação. As áreas de serviço social, arquitetura, medicina, engenharia civil, jornalismo, informática e pedagogia também estão com vagas para cadastro de reserva abertas. O curso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado.

As inscrições serão iniciadas no dia 1º de outubro e podem ser feitas até o dia 26 do mesmo mês no site da Fundação Carlos Chagas. Elas custam R$ 75 para nível médio e R$ 110 para nível superior.

Pesquisa no Blog

Rádio Web Acauã HD Full

Nosso Aplicativo

EM  TESTE...
Baixe Nosso aplicativo em:

 

 
BAIXAR

 

        

 

Link´s Para Rádio Web

     

Publicidade

 

 

 

 

Provedor de Internet em
Afogados da Ingazeira - PE